Welcome!

Agile Computing Authors: ManageEngine IT Matters, Liz McMillan, Pat Romanski, Elizabeth White, Xenia von Wedel

News Feed Item

FXCM Inc. Anuncia Resultados do Primeiro Trimestre de 2014

FXCM Inc. (NYSE:FXCM), uma importante fornecedora online de serviços de câmbio, ou FX, negociação e serviços relacionados, anunciou hoje, para o trimestre findo em 31 de março de 2014, um faturamento conforme GAAP EUA de US$ 115,0 milhões, em comparação aos US$ 122,9 milhões do trimestre findo em 31 de marco de 2013, representando uma queda de 6%. O lucro líquido GAAP EUA atribuível à FXCM Inc. foi de US$ 2,1 milhões para o primeiro trimestre de 2014, ou US$ 0,05 por ação diluída, em comparação com US$ 6,9 milhões ou US$ 0,23 por ação diluída para o primeiro trimestre de 2013, representando uma queda de 70% e 79%, respectivamente.

EBITDA Pró-forma Reajustado do Primeiro Trimestre de 2014 foi de US$24,6 milhões, em comparação com US$ 43,8 milhões do Primeiro Trimestre de 2013, representando uma queda de 44%. O Lucro Líquido Pró-forma Reajustado foi de US$ 5,2 milhões ou US$ 0,07 por ação para o primeiro trimestre de 2014, em comparação com US$ 17,5 milhões ou US$ 0,23 por ação diluída totalmente convertida para o primeiro trimestre de 2013, representando uma queda de 70% em ambos os valores.

"A volatilidade nos mercados de câmbio atualmente está em baixa, somente vista duas vezes nos últimos 20 anos", disse Drew Niv, Diretor-Presidente. "No entanto, após termos expandido o nosso negócio de forma tão significativa nos últimos anos, acreditamos que temos porte para continuar a enfrentar as difíceis condições de negociação em relação aos nossos concorrentes e usá-lo para expandir nossa participação de mercado para quando as condições melhorarem."

Os resultados pró-forma reajustados presumem a conversão e a troca de todas as Unidades da FXCM Holdings, LLC para ações ordinárias Classe A da FXCM Inc., resultando na eliminação da participação não controladora e o correspondente reajuste na provisão de imposto da entidade. Além disso, os resultados pró-forma reajustados eliminam certas despesas não recorrentes e certas despesas de remuneração baseadas no patrimônio quando da oferta pública inicial da FXCM em dezembro de 2010.

A FXCM Inc. anunciou hoje determinadas métricas operacionais essenciais para abril de 2014 para os seus negócios de varejo e câmbio institucional. Atividades mensais incluídas:

Métricas Operacionais de Abril de 2014

Métricas de Negociação de Varejo

1.     Volume de negócios de clientes de varejo(1) de US$ 250 bilhões em abril de 2014, 14% menor do que em março de 2014 e 32% menor do que em abril de 2013.
 
2. Volume médio de negociação de clientes de varejo(1) por dia de US$ 11,4 bilhões em abril de 2014, 17% menor do que em março de 2014 e 32% menor do que em abril de 2013.
 
3. Uma média de 351.138 operações de clientes de varejo por dia em abril de 2014, 18% menor do que em março de 2014 e 30% menor do que em abril de 2013.
 
4. Contas Negociáveis(2) de 192.605 em 30 de abril de 2014, representando um aumento de 3.342, ou 2%, de março de 2014 e uma redução de 3.569, ou 2%, de abril de 2013.
 

Métricas de Negociação Institucionais

  • Volume de negócios de clientes institucionais(1) de US$ 185 bilhões em abril de 2014, 8% menor do que em março de 2014 e 1% maior do que em abril de 2013.
  • Volume médio de negociação de clientes institucionais(1) por dia de US$ 8,4 bilhões em abril de 2014, 12% menor do que em março de 2014 e 1% maior do que em abril de 2013.
  • Uma média de 42.876 operações de clientes institucionais por dia em abril de 2014, 14% maior do que em março de 2014 e 88% maior do que em abril de 2013

Mais informações, incluindo resultados históricos para cada uma das métricas acima, podem ser encontradas na página de relações com investidores do site corporativo da empresa www.fxcmespanol.com.

Estes dados operacionais são preliminares e estão sujeitos à revisão e não devem ser considerados como um indicador do desempenho financeiro da FXCM Inc. A FXCM não assume qualquer obrigação de atualizar publicamente ou revisar os dados operacionais reportados anteriormente. Todas as atualizações dos dados operacionais divulgados anteriormente estarão refletidas nos dados operacionais históricos que podem ser encontrados na página de Relações com Investidores do site corporativo da Empresa www.fxcmespanol.com.

(1) O volume que os clientes FXCM negociaram no período é convertido para dólares norte-americanos.

(2) Uma Conta Negociável é uma conta com fundos suficientes para colocar um negócio, de acordo com as políticas de negociação da FXCM.

Resultados Pró-Forma Reajustados e Condensados e Consolidados de acordo com o GAAP dos EUA

  Não auditado

GAAP EUA (mil, exceto valores por ação)

Trimestre findo em 31 de março de
2014   2013   % Alteração
 
Receita líquida total $ 115.008 $

122.864

 

-6 %
 
Remuneração e Benefícios 29.890 23.533 27 %
Destinação do lucro líquido para os membros da Lucid por serviços prestados   2.973     -   100 %
Total Remuneração e Benefícios 32.863 23.533 40 %
Taxas do corretor de referência 19.122 21.350 -10 %
Outras despesas 42.990 36.115 19 %
Perdas em investimentos pelo método de equivalência patrimonial, líquidas 310 148 109 %
Depreciação e amortização 12.630 11.974 5 %
Juros sobre empréstimos   2.997     817   267 %
Lucro antes do imposto de renda 4.096 28.927 -86 %
Provisão para imposto de renda   1.251     7.959   -84 %
Lucro Líquido 2.845 20.968 -86 %
Lucro líquido atribuível à participação não controladora na FXCM Holdings, LLC 2.427 10.230 -76 %

Lucro líquido (prejuízo) atribuível a outras participações não controladoras

(1.659 ) 3.878 -143 %
   
Lucro líquido atribuível à FXCM Inc. $ 2.077   $ 6.860   -70 %
 
Média ponderada de Ações Classe A em circulação - Básica   39.077     28.472   37 %
 
Média ponderada de Ações Classe A em circulação - Diluída   43.152     29.678   45 %
 
Lucro Líquido por Ação Classe A
Básico $ 0,05   $ 0,24   -78 %
Lucro Líquido por Ação Classe A
Diluído $ 0,05   $ 0,23   -79 %
 
  Não auditado
Pró-Forma Reajustado (mil,em milhar, exceto valores por ação)
Trimestre findo em 31 de março de
2014   2013   % Alteração
 
Total Receitas

$

111.336

 

$

122.864

 

-9 %
 
Remuneração e Benefícios 27.716 21.471 29 %
Distribuição do lucro líquido para os membros da Lucid por serviços prestados   -     -   -
Total Remuneração e Benefícios 27.716 21.471 29 %
Taxas do corretor de referência 19.122 21.350 -10 %
Perdas em investimentos pelo método de equivalência patrimonial, líquidas 310 148 109 %
Outras despesas   39.584     36.115   10 %
 
EBITDA   24.604     43.780   -44 %
 
Depreciação e amortização 12.630 11.974 5 %
Juros sobre empréstimos   2.997     817   267 %
Lucro antes do imposto de renda 8.977 30.989 -71 %
Provisão para imposto de renda   2.179     9.596   -77 %
Lucro Líquido 6.798 21.393 -68 %
Lucro líquido atribuível à participação não controladora na FXCM Holdings, LLC - - -
Lucro líquido atribuível a outras participações não controladoras 1.604 3.878

-59

%

   
Lucro líquido atribuível à FXCM Inc. $ 5.194   $ 17.515   -70 %
 
Média ponderada de ações pró-forma totalmente convertidas e diluídas em circulação   79.766     75.785   5 %
 
Lucro por ação $ 0,07   $ 0,23   -70 %
 

Métricas Operacionais Selecionadas

 
  (Não auditadas)
Trimestre findo em 31 de março de
2014   2013   % Alteração
 
Volume total de negócios de varejo (em bilhões de dólares)

$

936

 

$

1.041

 

-10 %
 
Volume total de negociação institucional (em bilhões de dólares) $ 546 $ 373 46 %
 
Total de contas ativas 181.156 173.265 5 %
 
Dias de negociação no período 63 63 0 %
 
Médias de negócios diários 413.912 437.813 -5 %
 
Média de negócios diários por conta ativa 2,3 2,5 -8 %
 
Receita de negociação de varejo por milhão negociado $ 88 $ 88 0 %
 
Total do patrimônio líquido do cliente (em milhões de dólares) $ 1.245,3 $ 1.190,4 5 %
 

Medidas Financeiras Não-GAAP

EBITDA Pró-Forma Reajustado, Lucro Líquido Pró-Forma Reajustado e Lucro Líquido Pró-Forma Reajustado por ação diluída são medidas financeiras Não-GAAP. Estas medidas não representam e não deve ser consideradas como substitutas do lucro líquido, lucro líquido atribuível à FXCM Inc. ou lucro líquido por ação Classe A ou como substitutas do fluxo de caixa das atividades operacionais, cada um deles determinado de acordo com o GAAP, e os nossos cálculos dessas medidas podem não ser similares a medidas com títulos similares divulgadas por outras empresas. Consulte "Resultados Pró-Forma Reajustados" começando em A-3 deste comunicado para obter informações adicionais sobre essas medidas financeiras não-GAAP e conciliações de tais medidas com as medidas mais diretamente similares calculadas de acordo com GAAP.

Declaração de dividendo trimestral

A empresa também anunciou hoje que o seu Conselho de Administração declarou um dividendo trimestral de US$ 0,06 por ação sobre suas ações ordinárias Classe A emitidas e em circulação. O dividendo será pago no dia 1 de julho de 2014 aos acionistas da Classe A registrados na data de fechamento dos negócios em 6 de junho de 2014.

Teleconferência

Conforme anunciado anteriormente, a empresa realizará uma teleconferência para discutir os resultados às 8h15 (EDT). Essa teleconferência estará disponível para os participantes nacionais discando o número 877.445.4603 e 443.295.9270, para os participantes internacionais. O número de ID da conferência é 37161819.

Um webcast ao vivo do áudio, uma cópia da publicação de resultados da FXCM e os slides de apresentação desta teleconferência estarão disponíveis em http://ir.fxcm.com/.

Divulgação quanto às Declarações Prospectivas

Além das informações históricas, este comunicado de resultados contém declarações prospectivas dentro do significado do Artigo 27A da Lei de Valores Mobiliários de 1933 e Artigo 21E da Lei de Mercado de Capitais de 1934, que refletem as opiniões atuais da FXCM Inc. a respeito de, entre outras coisas, suas operações e desempenho financeiro para o futuro. Você pode identificar estas declarações prospectivas pelo uso de palavras como "panorama", "acredita", "espera", "potencial", "continua", "pode", "irá", "deverá", "procura, "aproximadamente", "prevê", "pretende", "planeja", "estima", "antecipa", ou a versão negativa destas palavras ou outras palavras semelhantes. Tais declarações prospectivas estão sujeitas a vários riscos e incertezas. Nesse sentido, existem ou serão fatores importantes que podem fazer com que os produtos ou resultados reais difiram materialmente daqueles indicados nestas declarações. A FXCM Inc. acredita que esses fatores incluem mas não estão limitados à evolução das exigências legais e regulamentares do setor de FX, o histórico operacional limitado do setor de FX, os riscos relacionados com a proteção de sua tecnologia proprietária, riscos relacionados à sua dependência dos formadores do mercado de FX, condições de mercado e outros riscos descritos sob "Fatores de Risco" no Relatório Anual da FXCM Inc. no Formulário 10-K e outros registros da SEC, que podem ser acessados no site da SEC em sec.gov.

Esses fatores não devem ser interpretados como exaustivos e devem ser lidas em conjunto com outras declarações preventivas que estão incluídas nesta apresentação e em nossos registros junto à SEC. A FXCM Inc. não assume qualquer obrigação de atualizar ou revisar publicamente quaisquer declarações prospectivas, quer seja como resultado de novas informações, desenvolvimentos futuros ou de outra forma, exceto conforme exigido por lei.

Acesse www.fxcmespanol.com e siga-nos no Twitter @FXCM, Facebook FXCM, Google+ FXCM ou YouTube FXCM.

Sobre a FXCM Inc.

FXCM Inc. (NYSE:FXCM) é uma provedora global on-line de serviços de câmbio, ou FX, negociação e serviços relacionados a clientes de varejo e institucionais no mundo todo.

No coração da oferta de clientes da FXCM está a negociação No Dealing Desk FX. Os clientes se beneficiam da grande rede de fornecedores de provedores de liquidez forex, permitindo que FXCM ofereça spreads competitivos nos principais pares de divisas. Os clientes têm a vantagem da negociação móvel, execução de ordens com um clique e negociação a partir de gráficos em tempo real. A subsidiária da FXCM no Reino Unido, Forex Capital Markets Limited, oferece produtos Contract for Difference ("CFD") sem qualquer negociação de recotação e permite que os clientes negociem índices de ações, petróleo, ouro e prata, juntamente com FX em uma única plataforma. Além disso, a FXCM oferece cursos educativos sobre a negociação em FX e oferece notícias e pesquisas de mercado gratuitas através do site DailyFX.com.

A negociação de divisas e CFDs na margem apresenta um elevado nível de risco e pode não ser adequado a todos. Leia o termo de isenção de responsabilidade completo..

ANEXO I

Anexo     Número da Página
       
Resultados GAAP EUA      
Demonstrações das operações consolidadas, condensadas de acordo com o GAAP EUA e não auditadas para o trimestre findo em 31 de março de 2014 e 2013     A-1
Demonstrações da Condição Financeira consolidadas, condensadas de acordo com o GAAP EUA e não auditadas em 31 de março de 2014 e 31 de dezembro de 2013     A-2
       
Resultados Pró-Forma Reajustados     A-3
Demonstrações das operações não auditadas, reajustadas pró-forma e condensadas de acordo com o GAAP EUA para o trimestre findo em 31 de março de 2014 e 2013     A-4
Conciliação das medidas não-GAAP para os resultados GAAP EUA mais próximos     A-5
Conciliação do EBITDA com o Lucro Líquido GAAP EUA     A-6
 
FXCM Inc.
Demonstrações de Operações Condensadas e Consolidadas
(em milhar, exceto valores por ação)
(Não auditadas)
  Trimestre findo em 31 de março de
2014   2013
Receitas
Receita de negociação de varejo $ 82.660 $ 91.254
Receita de negociação Institucional   26.150     27.556  
Receita de negociação 108.810 118.810
 
Receita de juros 563 679
Despesa de juros de corretagem   (96 )   (55 )
Receita de juros líquida 467 624
 
Outras receitas   5.731     3.430  
Receita líquida total   115.008     122.864  
 
Despesas operacionais
 
Remuneração e Benefícios 29.890 23.533
Distribuição do lucro líquido para os membros da Lucid por serviços prestados   2.973     -  
Total Remuneração e Benefícios 32.863 23.533
Taxas do corretor de referência 19.122 21.350
Propaganda e marketing 6.497 7.351
Comunicação e tecnologia 12.219 8.355
Custos de negociação, corretagem principal e taxas de compensação 8.206 7.938
Gerais e administrativas 16.068 12.471
Depreciação e amortização   12.630     11.974  
Total de despesas operacionais 107.605 92.972
Total receitas operacionais 7.403 29.892
Outras despesas
Perdas em investimentos pelo método de equivalência patrimonial, líquidas 310 148
Juros sobre empréstimos   2.997     817  
Lucro antes do imposto de renda 4.096 28.927
Provisão para imposto de renda   1.251     7.959  
Lucro Líquido 2.845 20.968

Lucro líquido atribuível à participação não controladora na FXCM Holdings, LLC

2.427 10.230

Lucro líquido (prejuízo) atribuível a outras participações não controladoras

  (1.659 )   3.878  
Lucro líquido atribuível à FXCM Inc. $ 2.077   $ 6.860  
 
Média ponderada de Ações Classe A em circulação - Básica   39.077     28.472  
Média ponderada de Ações Classe A em circulação - Diluída   43.152     29.678  
 
Lucro Líquido por Ação Classe A
Básico $ 0,05   $ 0,24  
Diluído $ 0,05   $ 0,23  

A-1

 
FXCM Inc.
Demonstrações consolidadas condensadas da condição financeira
Em 31 de março de 2014 e 31 de dezembro de 2013
(em milhar de dólar, exceto dados de ação)
  (Não auditadas)  
31 de março de 31 de dezembro de

____________________

2014 2013
 
Ativo
 
Ativo Circulante
Caixa e Disponibilidades $ 357.905 $ 365.245
Caixa e disponibilidades, mantidas para clientes 1.245.341 1.190.880
A pagar de corretores 44.301 5.450
Contas a Receber, líquido 14.039 9.953
Ativo de Imposto de Diferido 9.834 11.910
Títulos a receber - 5.992
Imposto a receber   7.205     3.861  
Total Ativo Circulante 1.678.625 1.593.291
Ativo de Imposto de Diferido 170.445 166.576
Equipamentos de informática, comunicação e informática, líquido 50.794 49.165
Fundo de Comércio 328.461 307.936
Outros ativos intangíveis, líquidos 71.935 76.713
Títulos a receber 8.108 5.950
Outros ativos   31.930     24.316  
Total Ativo $ 2.340.298   $ 2.223.947  
 
Passivo e Patrimônio Líquido
 
Passivo Circulante
Passivos de conta de cliente $ 1.245.341 $ 1.190.880
Contas a pagar e despesas acumuladas 70.888 69.697
Contrato de crédito 50.000 -
Títulos a pagar 9.800 9.800
Devido a corretores 633 8.652
Títulos vendidos, ainda não adquiridos 3.586 -
Devido a partes relacionadas em conformidade com o acordo de imposto a receber   14.880     18.588  
Total do passivo circulante 1.395.128 1.297.617
Passivo fiscal diferido 3.930 3.687
Devido a partes relacionadas em conformidade com o acordo de crédito imposto 136.655 131.670
Notas conversíveis sênior 147.598 146.303
Outros passivos   5.721     9.289  
Total Passivo   1.689.032     1.588.566  
 
Compromissos e Contingências
 
Patrimônio Líquido
Ações ordinárias Classe A, valor nominal US$0.01 por ação; 458 447

3,000,000,000 ações autorizadas, 45,835,442 e 44,664,884 ações emitidas

e em circulação em 31 de março de 2014 e 31 de dezembro de 2013, respectivamente

Ações ordinárias Classe B, valor nominal US$0.01 por ação;

1 1

1,000,000 ações autorizadas, 41 ações emitidas e em circulação

em 31 de março de 2014 e 31 de dezembro de 2013
Capital integralizado adicional 254.270 245.426
Lucros Acumulados 15.679 16.352
Outros prejuízos totais acumulados   (4.537 )   (5.344 )
Total do patrimônio líquido, FXCM Inc. 265.871 256.882
Participações não controladoras   385.395     378.499  
Total Patrimônio Líquido   651.266     635.381  
Total do passivo e patrimônio líquido $ 2.340.298   $ 2.223.947  

A-2

Resultados Pró-Forma Reajustados

Ao longo de toda a discussão dos resultados da FXCM Inc., as informações são apresentadas pró-forma reajustadas, que é uma medida em desacordo com os princípios contábeis geralmente aceitos ("Não-GAAP"). Os resultados pró-forma reajustados começam com as informações preparadas de acordo com os princípios contábeis geralmente aceitos nos Estados Unidos da América ("GAAP EUA"), reajustadas para excluir certos itens e refletir a conversão de todas as unidades da FXCM Holdings, LLC por ações ordinárias Classe A da FXCM Inc. A FXCM acredita que as medidas pró-forma reajustadas divulgadas e quaisquer ajustes das mesmas, quando apresentadas em conjunto com medidas GAAP EUA similares, são úteis para os investidores compararem os resultados da FXCM em vários períodos e facilitar a compreensão dos resultados operacionais da FXCM. A empresa utiliza essas medidas para avaliar o seu desempenho operacional, assim como o desempenho dos funcionários individuais. Estas medidas não deve ser consideradas um substituto para ou superior às medidas de desempenho financeiro preparadas de acordo com GAAP EUA. As diferenças entre os resultados pró-forma reajustados e os resultados GAAP EUA são os seguintes:

          1.   Troca presumida de Unidades da FXCM Holdings, LLC por Ações Classe A da FXCM Inc. Como resultado da troca das unidades da FXCM Holdings, a participação não controladora relacionada a essas unidades é convertida para participação controladora. A Administração da empresa acredita que é útil fornecer o efeito por ação associado com a troca presumida de todas as unidades da FXCM Holdings.
 
2. Despesa de remuneração. Foram feitos reajustes nos Lucros Pró-Forma Reajustados para eliminar as despesas relativas à remuneração baseada nas ações relacionadas à oferta pública inicial da empresa, bem como nos custos associados à renegociação ou rescisão de determinados contratos de trabalho que detinham participação nos lucros no desempenho das unidades de negócios da Empresa. Dada a natureza dessas despesas, elas não são vistas pela administração como despesas incorridas no curso normal dos negócios e a administração acredita que é útil fornecer os efeitos da eliminação dessas despesas.
 
3. Despesa de Remuneração/ Participação Minoritária da Lucid. Nossos resultados de acordo com o GAAP dos EUA divulgados refletem a parte dos 49,9% do lucro da Lucid distribuídos entre os sócios não controladores da Lucid baseado nos serviços prestados como um componente da despesa de remuneração sob "Distribuição do Lucro Líquido para os Sócios da Lucid pelos Serviços Prestados." Foram feitos reajustes nos Lucros Pró-Forma Reajustados para reclassificar esta distribuição dos lucros da Lucid atribuíveis aos sócios não controladores em "Lucro líquido atribuível a outras participações não controladores". A administração da empresa entende que esta reclassificação fornece uma visão mais significativa das despesas operacionais da empresa e do acordo econômico da empresa com os sócios não controladores da Lucid. Este reajuste não tem qualquer impacto sobre o lucro líquido, conforme informado pela FXCM Inc.
 
4. Receitas/Custos de Aquisição. Foram feitos reajustes nos Lucros Pró-Forma Reajustados para eliminar certos custos/receitas relacionados à aquisição. Dada a natureza desses itens, eles não são vistos pela administração como despesas/receitas incorridas no curso normal dos negócios e a administração acredita que é útil fornecer os efeitos da eliminação desses itens.
 
5. Custos regulatórios. Foram feitos reajustes no Lucro Pró-Forma Reajustado para eliminar determinados custos (incluindo reembolsos de clientes) associados às discussões em curso e resolução de determinadas questões históricas de execução de negociação com os reguladores da empresa. Dada a natureza dessas despesas, elas não são vistas pela administração como despesas incorridas no curso normal dos negócios e a administração acredita que é útil fornecer os efeitos da eliminação dessas despesas.
 
6.

Imposto de Renda. Antes da oferta pública inicial, a FXCM foi constituída como uma série de sociedades de responsabilidade limitada e empresas estrangeiras, e mesmo após a oferta pública inicial, nem todo o lucro da empresa está sujeito a impostos no nível corporativo. Em consequência disso, foram feitos reajustes (inclusive reajustes do Acordo de Impostos a Receber registrados em Outras Receitas) nos lucros pró-forma reajustados para presumir que a empresa tenha adotado uma estrutura tributária corporativa convencional e seja tributada como uma Corporação C nos EUA pelas alíquotas corporativas prevalecentes. Esta hipótese é compatível com a hipótese de que todas as unidades da FXCM Holdings são trocadas por ações ordinárias Classe A da FXCM Inc. , conforme discutido no item 1 acima, já que a troca presumida mudaria a estrutura tributária da empresa. Além disso, a provisão para imposto de renda pró-forma reajustada reflete o efeito fiscal de quaisquer reajustes pró-forma reajustados.

 

A-3

 
FXCM Inc.
Demonstrações das Operações Reajustadas, Pró-Forma, Condensadas e Consolidadas
(em milhar, exceto valores por ação)
(Não auditadas)
  Trimestre findo em 31 de março de
2014   2013
Conforme    

Reajustado

Conforme     Reajustado
Divulgado Reajustes Pró-forma Divulgado Reajustes Pró-forma
Receitas
 
Receita de negociação de varejo

$

82.660

 

$

-

 

$

82.660

 

$

91.254

 

$

-

 

$

91.254

 

Receita de negociação Institucional   26.150     -     26.150     27.556     -     27.556  
Receita de negociação 108.810 - 108.810 118.810 - 118.810
 
Receita de juros 563 - 563 679 - 679
Despesa de juros de corretagem   (96 )   -     (96 )   (55 )   -     (55 )
Receita de juros líquida 467 - 467 624 - 624
 
 
Outras receitas operacionais   5.731     (3.672 )

(1)

  2.059     3.430     -     3.430  
 
Total Receitas líquidas   115.008     (3.672 )   111.336     122.864     -     122.864  
 
Despesas operacionais
 
Remuneração e Benefícios 29.890 (2.174 )

(2)

27.716 23.533 (2.062 )

(9)

21.471
Distribuição do lucro líquido para os membros da Lucid por serviços prestados   2.973     (2.973 )

(3)

  -     -     -     -  
Total Remuneração e Benefícios 32.863 (5.147 ) 27.716 23.533 (2.062 ) 21.471
Taxas do corretor de referência 19.122 - 19.122 21.350 - 21.350
Propaganda e marketing 6.497 - 6.497 7.351 - 7.351
Comunicação e tecnologia 12.219 (206 )

(4)

12.013 8.355 - 8.355
Custos de negociação, corretagem principal e taxas de compensação 8.206 - 8.206 7.938 - 7.938
Gerais e Administrativas 16.068 (3.200 )

(5)

12.868 12.471 - 12.471
Depreciação e amortização 12.630 - 12.630 11.974 - 11.974
           
Total de despesas operacionais   107.605     (8.553 )   99.052     92.972     (2.062 )   90.910  
 
Total receitas operacionais 7.403 4.881 12.284 29.892 2.062 31.954
 
Perdas em investimentos pelo método de equivalência patrimonial, líquidas 310 - 310 148 - 148
Juros sobre empréstimos   2.997     -     2.997     817     -     817  
 
Lucro antes do imposto de renda 4.096 4.881 8.977 28.927 2.062 30.989
Provisão para imposto de renda   1.251     928  

(6)

  2.179     7.959     1.637  

(6)

  9.596  
Lucro Líquido 2.845 3.953 6.798 20.968 425 21.393
Lucro líquido atribuível à participação não controladora na FXCM Holdings, LLC 2.427 (2.427 )

(7)

- 10.230 (10.230 )

(7)

-
Lucro líquido atribuível a outras participações não controladoras   (1.659 )   3.263  

(8)

  1.604     3.878     -     3.878  
Lucro líquido atribuível à FXCM Inc. $ 2.077   $ 3.117   $ 5.194   $ 6.860   $ 10.655   $ 17.515  
 
Média ponderada de ações diluídas em circulação, conforme divulgado e média ponderada de ações pró-forma, totalmente convertidas e totalmente diluídas em circulação   43.152     79.766  

(10)

  29.678     75.785  

(10)

 
Lucro líquido diluído por ação conforme divulgado e lucro líquido pró-forma reajustado por média ponderada de ações totalmente trocadas e diluídas em circulação $ 0,05   $ 0,07   $ 0,23   $ 0,23  

(1) Representa a eliminação de um benefício de US$ 3,7 milhões registrado para reduzir a contraprestação contingente relacionada à aquisição da Faros.

(2) Representa a eliminação de remuneração baseada em ações do IPO de US$ 1,9 milhão e US$ 0,3 milhão de custo de remuneração relacionado à aquisição da V3 Markets, LLC ("V3").

(3) Representa a reclassificação de 49,9% do lucro da Lucid distribuído entre os acionistas não controladores e registrado como remuneração para fins do GAAP dos EUA em lucro líquido atribuível a outras participações não controladoras.

(4) Representa a eliminação dos custos de aquisição da V3.

(5) Representa a eliminação de US$ 0,7 milhão de custos de aquisição da V3 e US$ 2,5 milhões para eliminar uma reserva adicional estabelecida relacionada às práticas de execução de negócios anterior a agosto de 2010 no Reino Unido.

(6) Representa um reajuste para refletir a alíquota fiscal corporativa efetiva presumida de aproximadamente 24,3% e 31,0% para o trimestre encerrado em 31 de março de 2014 e 2013, respectivamente, que inclui uma provisão para imposto de renda federal dos Estados Unidos e presume a distribuição das mais altas alíquotas legais para cada jurisdição estadual, municipal e/ou estrangeira. O ajuste pressupõe a troca completa das unidades da FXCM Holdings, LLC ("Holdings") dos cotistas existentes por ações ordinárias Classe A da empresa e reflete o efeito fiscal de quaisquer reajustes pró-forma.

(7) Representa a eliminação da participação não controladora associada à propriedade pelos cotistas existentes das Holdings (excluindo FXCM, Inc.), como se os cotistas tivessem trocado totalmente suas unidades nas Holdings por ações ordinárias Classe A da empresa.

(8) Representa a reclassificação de 49,9% do lucro da Lucid distribuído entre os acionistas não controladores e registrado como remuneração para fins do GAAP dos EUA em lucro líquido atribuível a outras participações não controladoras e o impacto de outros reajustes pró-forma que afetam as participações não controladoras.

(9) Representa a eliminação de remuneração baseada em ações associada ao IPO.

(10) Ações diluídas presumindo que todos os cotistas trocaram totalmente suas unidades nas Holdings por ações ordinárias Classe A da empresa.

A-4

 
FXCM Inc.

Conciliação das medidas não-GAAP para os resultados GAAP EUA mais próximos

(em milhar)
(Não auditadas)    
Trimestre findo em 31 de março de
2014   2013
 
Lucro líquido GAAP atribuível à FXCM Inc. $ 2.077 $ 6.860
Contraprestação contingente - Pagamento Complementar da Faros (3.672 )

(1)

-

(1)

Opções de ações IPO 1.902

(2)

2.062

(2)

Custos relacionados à aquisição da V3 1.213

(3)

-
Reserva adicional para práticas de execução de negócio anterior a agosto de 2010 no Reino Unido 2.465

(4)

-
Reajustes de participação não controladora relacionados aos reajustes acima (290 ) -
Conversão FXCM Holdings 2.427

(6)

10.230

(6)

Ajustes fiscais relacionados ao disposto acima   (928 )

(5)

  (1.637 )

(5)

Lucro Líquido Pró-forma Reajustado não-GAAP $ 5.194 $ 17.515
Remuneração todas as outras ações 1.310 1.166
Amortização 6.981 7.027
Reajustes de participação não controladora relacionados aos reajustes acima (3.284 ) (3.029 )
Ajustes fiscais relacionados ao disposto acima   (1.154 )

(5)

  (1.480 )

(5)

Lucro Líquido Pró-Forma Reajustado Não-GAAP excluindo outras amortizações e remuneração de ações $ 9.047   $ 21.199  
 
Média ponderada de Ações Classe A em circulação - Diluída 43.152 29.678
Conversão FXCM Holdings   36.614  

(7)

  46.107  

(7)

Média ponderada de ações pró-forma não-GAAP em circulação - Diluída   79.766     75.785  
 
Lucro Líquido por Ação Classe A de acordo com GAAP - Diluído $ 0,05   $ 0,23  
Lucro Líquido Pró-forma Reajustado Não-GAAP por Ação Pró-Forma - Diluído $ 0,07   $ 0,23  
Lucro Líquido Pró-Forma Reajustado Não-GAAP excluindo outras amortizações e remuneração de ações por Ação Pró-Forma - Diluído $ 0,11   $ 0,28  

(1) Representa a eliminação de um benefício de US$ 3,7 milhões registrado para reduzir a contraprestação contingente relacionada à aquisição da Faros.

(2) Representa a eliminação de remuneração baseada em ações associada ao IPO.

(3) Representa a eliminação dos custos de aquisição da V3.

(4) Representa a eliminação de uma reserva adicional constituída relacionada às práticas de execução de negócios anterior a agosto de 2010.

(5) Representa um reajuste para refletir a alíquota fiscal corporativa efetiva presumida de aproximadamente 24,3% e 31,0% para o trimestre encerrado em 31 de março de 2014 e 2013, respectivamente, que inclui uma provisão para imposto de renda federal dos Estados Unidos e presume a distribuição das mais altas alíquotas legais para cada jurisdição estadual, municipal e/ou estrangeira. O ajuste pressupõe a troca completa das unidades da FXCM Holdings, LLC ("Holdings") dos portadores existentes por ações ordinárias Classe A da empresa e reflete o efeito fiscal de quaisquer reajustes pró-forma.

(6) Representa a eliminação da participação não controladora associada à propriedade pelos cotistas existentes das Holdings (excluindo FXCM, Inc.), como se os cotistas tivessem trocado totalmente suas unidades nas Holdings por ações ordinárias Classe A da empresa.

(7) Ações diluídas presumindo que todos os cotistas trocaram totalmente suas unidades nas Holdings por ações ordinárias Classe A da empresa.

A-5

 
FXCM Inc.
Conciliação do EBITDA com o Lucro Líquido
(em milhar)
(Não auditada)
   
Trimestre findo em 31 de março de
Pró-Forma Reajustado     GAAP EUA
2014   2013 2014   2013
 
Receitas

$

111.336

 

$

122.864

 

$ 115.008

$

122.864

 

 
Lucro líquido atribuível à FXCM Inc. $ 5.194 $ 17.515 $ 2.077 $ 6.860
Lucro líquido atribuível à participação não controladora na FXCM Holdings, LLC - - 2.427 10.230
Lucro líquido (prejuízo) atribuível a outras participações não controladoras 1.604 3.878 (1.659 ) 3.878
Provisão para imposto de renda 2.179 9.596 1.251 7.959
Depreciação e amortização 12.630 11.974 12.630 11.974
Juros sobre empréstimos   2.997     817     2.997     817  
EBITDA $ 24.604   $ 43.780  

 

$ 19.723   $ 41.718  

A-6

O texto no idioma original deste anúncio é a versão oficial autorizada. As traduções são fornecidas apenas como uma facilidade e devem se referir ao texto no idioma original, que é a única versão do texto que tem efeito legal.

More Stories By Business Wire

Copyright © 2009 Business Wire. All rights reserved. Republication or redistribution of Business Wire content is expressly prohibited without the prior written consent of Business Wire. Business Wire shall not be liable for any errors or delays in the content, or for any actions taken in reliance thereon.

@ThingsExpo Stories
Businesses and business units of all sizes can benefit from cloud computing, but many don't want the cost, performance and security concerns of public cloud nor the complexity of building their own private clouds. Today, some cloud vendors are using artificial intelligence (AI) to simplify cloud deployment and management. In his session at 20th Cloud Expo, Ajay Gulati, Co-founder and CEO of ZeroStack, will discuss how AI can simplify cloud operations. He will cover the following topics: why clou...
The Internet of Things (IoT) promises to simplify and streamline our lives by automating routine tasks that distract us from our goals. This promise is based on the ubiquitous deployment of smart, connected devices that link everything from industrial control systems to automobiles to refrigerators. Unfortunately, comparatively few of the devices currently deployed have been developed with an eye toward security, and as the DDoS attacks of late October 2016 have demonstrated, this oversight can ...
DevOps is being widely accepted (if not fully adopted) as essential in enterprise IT. But as Enterprise DevOps gains maturity, expands scope, and increases velocity, the need for data-driven decisions across teams becomes more acute. DevOps teams in any modern business must wrangle the ‘digital exhaust’ from the delivery toolchain, "pervasive" and "cognitive" computing, APIs and services, mobile devices and applications, the Internet of Things, and now even blockchain. In this power panel at @...
Internet-of-Things discussions can end up either going down the consumer gadget rabbit hole or focused on the sort of data logging that industrial manufacturers have been doing forever. However, in fact, companies today are already using IoT data both to optimize their operational technology and to improve the experience of customer interactions in novel ways. In his session at @ThingsExpo, Gordon Haff, Red Hat Technology Evangelist, will share examples from a wide range of industries – includin...
"We build IoT infrastructure products - when you have to integrate different devices, different systems and cloud you have to build an application to do that but we eliminate the need to build an application. Our products can integrate any device, any system, any cloud regardless of protocol," explained Peter Jung, Chief Product Officer at Pulzze Systems, in this SYS-CON.tv interview at @ThingsExpo, held November 1-3, 2016, at the Santa Clara Convention Center in Santa Clara, CA.
With major technology companies and startups seriously embracing IoT strategies, now is the perfect time to attend @ThingsExpo 2016 in New York. Learn what is going on, contribute to the discussions, and ensure that your enterprise is as "IoT-Ready" as it can be! Internet of @ThingsExpo, taking place June 6-8, 2017, at the Javits Center in New York City, New York, is co-located with 20th Cloud Expo and will feature technical sessions from a rock star conference faculty and the leading industry p...
"We're a cybersecurity firm that specializes in engineering security solutions both at the software and hardware level. Security cannot be an after-the-fact afterthought, which is what it's become," stated Richard Blech, Chief Executive Officer at Secure Channels, in this SYS-CON.tv interview at @ThingsExpo, held November 1-3, 2016, at the Santa Clara Convention Center in Santa Clara, CA.
The IoT is changing the way enterprises conduct business. In his session at @ThingsExpo, Eric Hoffman, Vice President at EastBanc Technologies, discussed how businesses can gain an edge over competitors by empowering consumers to take control through IoT. He cited examples such as a Washington, D.C.-based sports club that leveraged IoT and the cloud to develop a comprehensive booking system. He also highlighted how IoT can revitalize and restore outdated business models, making them profitable ...
According to Forrester Research, every business will become either a digital predator or digital prey by 2020. To avoid demise, organizations must rapidly create new sources of value in their end-to-end customer experiences. True digital predators also must break down information and process silos and extend digital transformation initiatives to empower employees with the digital resources needed to win, serve, and retain customers.
In his general session at 19th Cloud Expo, Manish Dixit, VP of Product and Engineering at Dice, discussed how Dice leverages data insights and tools to help both tech professionals and recruiters better understand how skills relate to each other and which skills are in high demand using interactive visualizations and salary indicator tools to maximize earning potential. Manish Dixit is VP of Product and Engineering at Dice. As the leader of the Product, Engineering and Data Sciences team at D...
"Once customers get a year into their IoT deployments, they start to realize that they may have been shortsighted in the ways they built out their deployment and the key thing I see a lot of people looking at is - how can I take equipment data, pull it back in an IoT solution and show it in a dashboard," stated Dave McCarthy, Director of Products at Bsquare Corporation, in this SYS-CON.tv interview at @ThingsExpo, held November 1-3, 2016, at the Santa Clara Convention Center in Santa Clara, CA.
The Internet of Things will challenge the status quo of how IT and development organizations operate. Or will it? Certainly the fog layer of IoT requires special insights about data ontology, security and transactional integrity. But the developmental challenges are the same: People, Process and Platform and how we integrate our thinking to solve complicated problems. In his session at 19th Cloud Expo, Craig Sproule, CEO of Metavine, demonstrated how to move beyond today's coding paradigm and sh...
@GonzalezCarmen has been ranked the Number One Influencer and @ThingsExpo has been named the Number One Brand in the “M2M 2016: Top 100 Influencers and Brands” by Onalytica. Onalytica analyzed tweets over the last 6 months mentioning the keywords M2M OR “Machine to Machine.” They then identified the top 100 most influential brands and individuals leading the discussion on Twitter.
Today we can collect lots and lots of performance data. We build beautiful dashboards and even have fancy query languages to access and transform the data. Still performance data is a secret language only a couple of people understand. The more business becomes digital the more stakeholders are interested in this data including how it relates to business. Some of these people have never used a monitoring tool before. They have a question on their mind like “How is my application doing” but no id...
IoT is rapidly changing the way enterprises are using data to improve business decision-making. In order to derive business value, organizations must unlock insights from the data gathered and then act on these. In their session at @ThingsExpo, Eric Hoffman, Vice President at EastBanc Technologies, and Peter Shashkin, Head of Development Department at EastBanc Technologies, discussed how one organization leveraged IoT, cloud technology and data analysis to improve customer experiences and effici...
As data explodes in quantity, importance and from new sources, the need for managing and protecting data residing across physical, virtual, and cloud environments grow with it. Managing data includes protecting it, indexing and classifying it for true, long-term management, compliance and E-Discovery. Commvault can ensure this with a single pane of glass solution – whether in a private cloud, a Service Provider delivered public cloud or a hybrid cloud environment – across the heterogeneous enter...
Data is the fuel that drives the machine learning algorithmic engines and ultimately provides the business value. In his session at Cloud Expo, Ed Featherston, a director and senior enterprise architect at Collaborative Consulting, discussed the key considerations around quality, volume, timeliness, and pedigree that must be dealt with in order to properly fuel that engine.
Successful digital transformation requires new organizational competencies and capabilities. Research tells us that the biggest impediment to successful transformation is human; consequently, the biggest enabler is a properly skilled and empowered workforce. In the digital age, new individual and collective competencies are required. In his session at 19th Cloud Expo, Bob Newhouse, CEO and founder of Agilitiv, drew together recent research and lessons learned from emerging and established compa...
Whether your IoT service is connecting cars, homes, appliances, wearable, cameras or other devices, one question hangs in the balance – how do you actually make money from this service? The ability to turn your IoT service into profit requires the ability to create a monetization strategy that is flexible, scalable and working for you in real-time. It must be a transparent, smoothly implemented strategy that all stakeholders – from customers to the board – will be able to understand and comprehe...
"IoT is going to be a huge industry with a lot of value for end users, for industries, for consumers, for manufacturers. How can we use cloud to effectively manage IoT applications," stated Ian Khan, Innovation & Marketing Manager at Solgeniakhela, in this SYS-CON.tv interview at @ThingsExpo, held November 3-5, 2015, at the Santa Clara Convention Center in Santa Clara, CA.